Resenha: One man guy, Michael Barakiva

11:00

Autor: Michael Barakiva
Gênero: Y.a. contemporâneo; romance
Páginas: 272
Editora: Leya
Ano de Publicação: 2015



    “Um romance sobre dois garotos, dois mundos e um encontro.
Ethan é tudo o que Alek gostaria de ser: confiante, livre e irreverente. Apesar de estudarem na mesma escola, os dois garotos pertencem a mundos diferentes. Enquanto Ethan é descolado e tem vários amigos, Alek tem apenas uma, Becky, e convive intensamente com sua família e a comunidade armênia.
Mesmo com tantas diferenças, os destinos de Ethan e Alek se cruzam ao precisarem frequentar um mesmo curso de férias. Quando Ethan convence Alek a matar aula e ir a um show de Rufus Wainwright no Central Park, em Nova York, Alek embarca em sua primeira aventura fora de sua existência no subúrbio de Nova Jersey e da proteção de sua família.
E ele não consegue acreditar que um cara tão legal quer ser seu amigo. Ou, talvez, mais do que isso.
One Man Guy é uma história romântica, comovente e engraçada sobre o que acontece quando as pessoas saem de suas zonas de conforto e ajudam o outro a ver o mundo (e a si mesmo) como nunca viram antes.” - Sinopse

    Olá pessoal, hoje eu decidi resenhar o livro “one man guy”, que eu acho que não tem a atenção que merece.
    Eu não tinha altas expectativas para o livro, uma vez que eu o comprei na Bienal Sp 2016, porque eu o achei por 5,00 reais (oi?). E que maravilhosa surpresa que eu tive.
    Esse livro já traz uma diversidade muito maior do que eu esperava. Alek, o protagonista que narra a história, vem de uma rígida família armênia cheia de costumes. Eu nunca tinha entrado em contato com esse tipo de cultura, ou soube o que aconteceu com esse povo na segunda guerra, por exemplo, e esse conhecimento que o livro traz é muito legal.
    E se tratando de diversidade, o mais importante e mais espetacular: a homossexualidade é tratada de uma maneira simples e descomplicada que deveria ser! O livro não aborda a descoberta de Alek como algo difícil, que o fará enfrentar  preconceitos, ou aquele medo de contar para os outros. Quando Alek percebe o que ele quer, é tudo tratado com a maior naturalidade possível, não tem nenhum desses dramas no livro, é só os meninos descobrindo os sentimentos que eles têm um pelo outro, como um livro de romance qualquer.
    E algo que me encheu de orgulho: Ethan anda com os “valentões”/descolados da escola, justamente as pessoas que os livros que tratam sobre homossexualidade trazem como homofóbicos escrotos que ficam oprimindo as pessoas que são diferentes deles. Pois é, os amigos de Ethan não só sabem que ele é gay como não dão a mínima. Eu fiquei tão feliz porque esse tipo de padrão foi quebrado nesse livro!
    Enfim, o romance por si só foi do jeitinho que enche o meu coraçãozinho de amor: o bad boy, o nerd, fofo, leve, divertido. Acho que é impossível contar quantas vezes eu fiquei rindo ou sorrindo sozinha enquanto lia.
    E de fato, o humor foi um dos pontos mais altos desse livro. Os protagonista são super irônicos e engraçados.
    Enfim, o final fechou o livro com chave de ouro e me deixou muito feliz. Eu realmente recomendo com todas as minhas forças esse livro para as pessoas que gosta do gênero y.a.
    Espero que tenham gostado, beijos de luz.

    “Só sei que gosto de estar aqui com você e não consigo imaginar querendo mais ninguém. Isso basta pra você?”

    -Adriane

You Might Also Like

13 comentários

  1. Olá, tudo bem? Não conhecia o livro, mas ele parece ser ótimo. Adorei sua resenha e já fiquei doida pelo livro!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oioi
      o livro é altamente recomendado, espero que goste
      bjs

      Excluir
  2. Oi Adriane!

    Tem tanto livro bom que não tem a devida atenção né? Esse por exemplo eu não conhecia e sempre acho que nunca tem livros o bastante com essa temática. Adorei a dica!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá
      eu nunca vi NINGUÉM falando dele, o que é uma pena
      bjss

      Excluir
  3. Adorei a dica, não conhecia o livro e o assunto é muito bom a ser tratado, adoro esses autores que tratam da sexualidade com a maior naturalidade. ♥
    Te seguindo como Art of life and books Art of life and books.

    ResponderExcluir
  4. Oioi!!! Nunca tinha visto resenha sobre esse livro, mas deu uma imensa vontade de ler! É tão bom quando uma história consegue ser leve e ao mesmo tempo nos surpreender por ser boa né?

    Bejinhos
    http://eventualobradeficcao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa
      sim!! esse livro deixou meu coração super quentinho e feliz
      bjss

      Excluir
  5. Nunca tinha ouvido falar do livro, mas me interessou bastante, principalmente pela naturalidade que é tratada a homossexualidade nele. Com certeza vai entrar pra minha lista!

    Beijos,
    Sara | Lendo com Amor
    www.lendocomamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você goste do livro tanto quanto eu!
      bjss

      Excluir
  6. OI, É MUITO BOM QUANDO GOSTAMOS DA HISTÓRIA, REALMENTE VÁRIOS LIVROS INCRÍVEIS ESTÃO ESCONDIDOS, NEM TODOS TEM A MESMA DIVULGAÇÃO. BJOS E PARABÉNS PELA RESENHA!

    BLOG LITERÁRIO 2

    ResponderExcluir
  7. Oi, Dri! Tudo bem?
    Adorei conhecer esse livro! Não fazia ideia a existência dele, mas já adorei por causa da comunidade armênia e da representatividade e desconstrução que ele traz!
    ^^

    ResponderExcluir

Olá! Por favor deixe um comentário que iremos adorar conversar.

Popular Posts

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no instagram